Novembro azul alerta homens para a prevenção contra o câncer

Foi na busca por conscientizar sobre a importância da prevenção e diagnóstico do câncer de próstata que surgiu a campanha Novembro Azul. No Brasil, a doença está entre as duas mais comuns entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). A Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), as Associações do Pessoal da Caixa (Apcefs), bem como o Sindicato dos Bancários de Ipatinga estão engajadas na campanha.

"A Fenae e as Apcefs se engajaram nessa campanha porque entendem a importância do diagnóstico precoce e do combate ao preconceito que coloca em risco a vida de milhares de homens no país" afirmou o presidente da Fenae, Sergio Takemoto.

O diagnostico rápido e a prevenção são as grandes armas dos homens contra a doença. O INCA estima que em 2020, os casos de câncer de próstata podem chegar a mais de 65.800. Em 2018, 15.576 homens morreram em decorrência da doença, segundo o Atlas de Mortalidade por Câncer, do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde.

Segundo o professor de Urologia da Universidade de Brasília (UNB) e mestre em Gerontologia (UCB), Clayton Franco Moraes, o câncer de próstata permanece como uma importante causa de mortalidade no mundo. "É o tipo de câncer mais comum no homem e o segundo em mortalidade. Sabe-se que quanto mais precoce o seu diagnóstico, maior a chance de cura da doença", afirmou em seu artigo publicado na UNB Notícias.

O INCA avalia o câncer de próstata como da terceira idade, uma vez que 75% dos casos no mundo acontecem a partir dos 65 anos. Segundo o Instituto, o aumento nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos, pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

Diagnóstico 

Os sintomas podem demorar a se manifestar, por isso os exames preventivos - de toque e o de sangue, conhecido como Antígeno Prostático Específico (PSA) - são fundamentais para a descoberta da doença.

A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) recomenda que, a partir dos 50 anos, os homens procurem o especialista para os exames anuais. Pacientes com histórico familiar da doença devem procurar o médico mais cedo, pelo menos a partir dos 45 anos de idade.

Sintomas 

Observe! Entre os principais sintomas estão:
* Dificuldade de urinar
* Diminuição do jato de urina
* Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite
* Sangue na urina

O laço azul

A campanha chamada Novembro Azul surgiu na Austrália, em 2003, durante o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, comemorado em 17 de novembro. O foco do movimento é conscientizar os homens para que façam o exame de próstata periodicamente.

No Brasil, o Novembro Azul foi lançado oficialmente em 2008, por ocasião do 35º Congresso Brasileiro de Urologia, no Rio de Janeiro.

Com informações Fenae


Compartilhe!